segunda-feira, 31 de outubro de 2011

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

rita lee, agora só falta você, acústico MTV

um momento para si

têm momentos da vida em que paramos para pensar em tudo o que fizemos ou deixamos de fazer. sim, existem! muitas vezes até confundimos chuva com lágrimas. deixamos de observar o olhar de uma criança, e nos damos de cara com o nosso e percebemos que há um conflito interno em si mesmo. as horas passam, passam dias, passam meses, passam anos... mas o tempo que existe é aquele que você viveu. e não devemos ter preocupação pelo o que não pudemos fazer ou que fizemos; viver é aprender constantemente.

feliz é o ser humano que não busca a felicidade, e sim, vive-a a todo o momento.

adenildo lima

ariane

ariane tem aproximadamente 28 anos de idade. moça decidida a encarar a vida frente a frente. no olhar de mulher, parece uma criança, e por detrás do seu olhar algo demonstra que existe uma bomba prestes a explodir a qualquer momento. não uma bomba para destruir o mundo, mas para ajudar a consertá-lo. ariane, em sua fala, demonstra um pouco de nervosismo. olha para mim, constantemente. não consegui entender, só sei que naquela menina mulher encontrei uma doçura feminina ausente em muitas mulheres deste sec. 21.

adenildo lima

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

terça-feira, 25 de outubro de 2011

CORTINA DE FUMAÇA: Um documentário sobre drogas...vale a pena assistir!!!

Link para acesso:

http://www.youtube.com/watch?v=RAnFiyqcMb0

"O filme “Cortina de Fumaça” coloca em questão a política de drogas vigente no mundo, dando atenção às suas conseqüências político-sociais em países como o Brasil e em particular na cidade do Rio de Janeiro.

Através de entrevistas nacionais e internacionais com médicos, pesquisadores, advogados, líderes, policiais e representantes de movimentos civis, o jornalista Rodrigo Mac Niven traz a nova visão do início do século 21 que rompe o silêncio e questiona o discurso proibicionista".

fonte:

http://www.cortinadefumaca.com/site/pt-br/doc/portugues.php

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Palestra "Respeitando as diversidades, eliminamos a violência."















Algumas fotos da palestra que proferi no dia 18 de outubro de 2011, na E.E. Beatriz Lopes, abordando os temas: Conflitos no ambiente escolar, Bullying, a importância do professor mediador para resolução de conflitos no ambiente escolar. Apresentando o ECA aos alunos etc. Meu muito obrigado à professora mediadora Ilza, pelo convite.

adenildo lima.

O que é Ser Humano?

Ser Humano não é transmitir no olhar o orgulho e a vaidade de um Ser sem essência humana. É muito fácil descer a serra, difícil é subi-la. Perguntar o que é o amor, é muito fácil. Não pergunte, viva! Quem bebe a água na fonte mata a sede, já o mar pode matar quem não se conforma com a pouca água que a fonte oferece.

Não pregue o que você não é capaz de fazer. Não abrace se os teus braços não levam o carinho que o outro precisa. Esqueça em se preocupar em ser feliz. A felicidade é cada momento vivido. Quem pensa em ser feliz, não vive a felicidade.

E em qualquer hipótese, não odeie, lembre-se sempre: o ódio é um sentimento tão perigoso que destrói primeiro a si mesmo.

Ame, nenhum outro sentimento nos faz tão humano quanto o amor...

adenildo lima

domingo, 23 de outubro de 2011

amar é uma arte, e é a mais bela, refletida no olhar de cada um.

adenildo lima

war no more trouble - vários cantores em todo o mundo

amar ao outro é antes de tudo amar a si mesmo

adenildo


zé ramalho - sinônimos - ao vivo: 2005

Janaina

Janaina ainda cheira a leite. Aos 18 anos de idade é semente brotando ensejos nos olhares, inclusive no meu. Um sorriso meigo e doce com ar infantil faz o coração bater mais forte. E forte mesmo foi a vontade que eu tive de tê-la. De sentir seus lábios encostando aos meus. De sentir o cheiro de donzela adentrando minhas narinas. Ah, Janaina, conversamos tão pouco que o pouco tempo que tivemos não foi o suficiente para te falar um pouco mais. Como eu queria falar que você, naquele momento, instigou os meus desejos. A cada olhadela sua me fazia pensar mil coisas. A festa continuou. Conversamos bastante sobre coisas banais da vida. Foi bom ter conversado contigo... foi bom... A música tocava, alguns dançavam, outros bebiam e a gente... conversava... é, Janaina, quem sabe um dia eu te encontro por aí, ou você me encontra e a gente bate outro papo e quem sabe os nossos corpos se abraçam, se beijam e até vamos dizer um eu te amo. Sim, pois amar não é tão complicado como dizem. Amar é um sentimento bom, gostoso de lidar com ele. É, quem sabe um dia... quando você foi embora veio a mim, abraçou meu corpo com carinho, me deu um beijo de despedida e se foi, e o seu sorriso eu guardei... você nem percebeu, né, que eu te observava?

adenildo lima

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

apenas uma folha ganhando voo para o infinito. foi para o alto da montanha, sobrevoou sobre o mar, sobre a floresta, contemplou outras folhas e depois pairou no ar como sonho feito de esperança.

adenildo lima

VMB 2011 - CRIOLO E CAETANO VELOSO - NAO EXISTE AMOR EM SP

CRIOLO é o campeão no VMB 2011 com 3 premiações

Veja abaixo a lista dos vencedores do VMB 2011:

Artista do Ano - Emicida
Melhor Disco - 'Nó na Orelha', Criolo
Melhor Música - 'Não Existe Amor em SP', Criolo
Clipe do Ano - 'Então Toma', Emicida
Hit do Ano - 'Me Acorde pra Vida', CW7
Revelação - Criolo
Webclipe - 'Shake de Amor', Banda Uó
Melhor Capa - 'A Coruja e o Coração', Tiê
Aposta - Tono
Webhit - 'Sou Foda', Vitinho
Artista Internacional - Lady Gaga

Fonte:

http://vmb.mtv.uol.com.br/noticias/com-criolo-e-emicida-hip-hop-domina-premiacao-do-vmb-2011

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

pois é, acabo de receber os parabéns, pois hoje é dia do poeta. Que bom, saber que alguém neste mundo lembra deste dia.

20 de outubro dia da poesia, dia do poeta..

adenildo lima

stand by me - song around the world

o mundo que existe é aquele que acreditamos.

adenildo lima

The Beatles- Real Love

Um momento íntimo

Quando se estar apaixonado os olhos conseguem enxergar tudo o que não viam antes. A beleza se torna transparente, o olhar fica silencioso e a paixão passa a selecionar as pétalas, mesmo que existam milhões de espinhos. E com os espinhos ela constrói seu castelo.

Quando se estar apaixonado, sonhar acordado faz parte...


adenildo lima

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Adele - Someone like you

every day

o tempo parece ser uma invenção criada por cada um. até faz parecer que os sonhos não fazem parte da realidade. e fazem! é sonhando que se vive... mas... e quando os sonhos parecem não existir mais?

every day

dream
dream

dreams

every day

sonhos são momentos únicos sonhados por cada um. parece que sonhar é ilusão. e quem disse que não é? sim, é. mas é a ilusão que nos dar sentido a vida. é sonhando que vamos ao infinito. sonhando que realizamos os desejos mais impossíveis. quem disse que sonhar não é um momento de felicidade... mas... e quando os sonhos parecem não existir mais?

every day

dream
dream

dreams

every day

todos os dias é possível ver em cada olhar um sonho novo. uma nova esperança. é sonhando que se vive.

every day

dream
dream

dreams

every day

adenildo lima


Adele ao vivo - para quem gosta da boa música... é só clicar no link

http://www.youtube.com/watch?v=jzBzb9A0HbE

Eddie Vedder

Eu, particularmente, acho a voz do Eddie Vedder, uma das vozes mais bonitas...

despertar para a vida

acordar
é dar cor
ao novo jeito de amar
e de apreciar
a essência de uma flor

adenildo lima

R.E.M e COLDPLAY

Outra vez, Clarina

Clarina acordou cansada, queria voltar no tempo para rever alguns conceitos. "O tempo não volta", disse ela. Encontrava-se, ali, sentada na calçada de sua casa, numa pequena cidade. "Bom dia, dona Clarina", falavam os passantes. E ela respondia: "Bom dia". "Numa cidade pequena todo mundo se conhece", pensou ela. Quando criança, era travesseira. Na escola não dava mole para ninguém, gostava mesmo era de aprontar, mas no fundo no fundo era uma menina querida, já que era popular e conhecia quase todo mundo. Ao ficar adolescente ficou aborrescente. Parecia brava, tinha um olhar sério, e forte! Até dava medo. Namorou muito, muito mesmo!!! Era atraente e parecia perigosa, isso causava certo desejo nos homens.

Clarina ficou grávida...

Aos trinta e cinco anos de idade ela engravidou. A criança não nasceu. A causa nunca foi explicada. Continuou vivendo sua vida como gostava. Alguns diziam que não conseguia entender aquele jeito que ela tinha, parecia até mudar de pessoa. Ela jurava que sempre foi ela mesma. E ria.

Clarina ficou idosa...

Setenta e cinco anos de idade. "Ah, eu queria ter vivido mais, queria ter desfrutado mais, queria ter namorado mais, viajado mais... agora parece que a vida parou de vez", solitária, ali, ficava pensando. "Casei três vezes, namorei não sei quantas vezes e parece que vivi tão pouco, como a vida passa rápido". Pensou... Pensou ... e depois adormeceu encostada na parede de sua casa.

E a vida continua, dona Clarina...

adenildo lima

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Adele - rolling in the deep

michele

não precisa você partir, michele, eu continuarei te amando longe ou perto. você não sabe que para quem ama não há distância? o amor é assim como o vento. não precisa dizer que não me quer. não precisa dizer que vai partir para me ver chorar. não, não chorarei. o amor é calmo e é percebido em cada silêncio. para quem ama não conhece algazarra. o barulho é silencioso. e não precisa se preocupar se você vai conseguir me fazer sofrer. quem ama não sofre. o amor não é sofredor. não posso negar que observo teus olhos detrás dos teus óculos. não, não consigo negar. eles me dizem tantas coisas, que talvez nem você mesma saiba. você é doce, mesmo não querendo demonstrar.

para quem ama, michele, só observa mesmo o que ninguém consegue enxergar.

adenildo lima

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Eddie Vedder - Hard Sun - com imagens do filme "Na natureza selvagem"

que mal tem o amor?

é perigoso este amor, você sabe disso. estou tentando resistir, mas você vem trazendo todo o poder que tem uma mulher ao ficar diante de um homem. não, não faça isso! te olhar é o meu castigo: a tua sensualidade, o teu jeito meigo de ser; esta voz suave... ah, não faça isso, os teus lábios molhados ao serem tocados pela língua acabam comigo. não, não me venha com este vestir transparente; este amor é perigoso, você sabe disso...

... ah, teu corpo, trazendo-me o milagre do amor ao encostar em mim. teus seios ao encostarem em mim, acabam comigo. você é mais do que tudo o que imaginei. este amor proibido aguça em nós a libido de viver tudo o que dois corpos desejam ao estarem entrelaçados, sendo apenas um. teu cheiro adentrando minhas narinas. teu corpo nú é a mais perfeita obra de arte já feita pelas mãos divina. oh, menina, tu és um livro em que estou folheando página por página neste momento que estamos juntos. é tão pouco tempo o tempo que temos para desfrutar desse amor...

o que é o amor, meu amor que mesmo sendo de outro você me faz sentir tão bem que até esqueço o mal que este amor tem? mas que mal tem o amor, meu amor?

ah, teu corpo abraçado ao meu, até parece ser meu...

adenildo lima

selah sue

domingo, 16 de outubro de 2011

é preciso lançar-se à estrada

sonhar já não adianta mais, acreditar é muito pouco e viver faz parte da sobrevivência. é preciso e se faz necessário lançar-se à estrada. a estrada é longa, a vida é curta e os sonhos são eternos. mas nada disso adiantam mais. a criança tenta nascer. a mãe morre antes do seu nascimento. a professora ensina. o aluno já nem sabe mais para quê. sonhar passa a ser metáfora para iludir alguma dor. mas no final a realidade bate de cara e na cara de quem esperou demais. é preciso lançar-se à estrada. é preciso à estrada lançar-se. sonhos são precisos, mas sonhar apenas não se faz tão necessário. "gostaria mesmo era de beijar a mulher odiada, sei que ela tem tanto amor para dar" (referência ao poema Café Vermelho, de minha autoria, 2009).

há tantas interrogações, acho que o melhor mesmo é ir apreciar os versos de um poema. mas poemas servem pra que mesmo...?...

adenildo lima

tudo o que nos resta

quando nos falta o ar para respirar sentimos a morte tão perto e tão certa. a morte é uma menina traiçoeira, até se faz amiga e nos abraça nos momentos mais tristes ou felizes. viver é um caminhar para onde não se sabe. morrer é findar uma lista de dias vividos. a morte é a luz no fim do túnel que dar sentido a vida. sem ela, viver seria uma viagem para lugar nenhum.

entre a morte e a vida, amar é tudo o que nos resta.

adenildo lima

Trailer oficial - Rock Brasília: Era de ouro

sábado, 15 de outubro de 2011

Há mais de 2000 anos

A academia é uma excelente cela especial para os ditos "letrados". Você pode se expressar? Você pode expor seus pensamentos? Você pode pelo menos pensar em tentar recriar alguma coisa? Para o acadêmico não existe outro mundo, não existe outra realidade, não existe nada a não ser as normas paradigmáticas.

adenildo lima

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Igual a criança

"... Sim, sou uma criança, você ainda não percebeu? Todo o adulto apaixonado volta a ser criança. Não me ignore, ou ignore se quiser, só quero que saibas que hoje o mundo para mim não é o mesmo, tem um brilho diferente. Será que você não sabe que ser criança é amar sem medo, é ter esperança sempre?..."

adenildo lima

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Maria Vilani fala sobre trabalho desenvolvido na região do Grajaú, SP

Maria Vilani (minha amiga de batalha rs) fala sobre o trabalho desenvolvido na região do Grajaú, SP, para o Catraca Livre. Assistam: Vejam também a entrevista dela e do Criolo, aliás, um exemplo de entrevista sobre educação, para a revista TRIP:

adenildo lima

O ódio

Algum dia alguém deve ter falado que odiar é destruir primeiro a si mesmo. Mas se ninguém falou, estou aqui falando. O ódio é um sentimento não apenas ruim para quem odeia, é ruim também para quem se sente odiado. Odiar é destruir ambas as partes. Já o amor mesmo que não construa dois jardins, não destrói o existente.

adenildo lima

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

ROCK IN RIO 2011 - COLDPLAY

Para quem curte o som do Coldplay, deixo o link abaixo no Rock in rio.

adenildo lima

selah sue

As ruas de Parri

Pelas ruas de Parri caminha Lunita: um violão nas costas e uma voz no peito. Ela sonha em acalmar os corações de pedra e acalentar os apaixonados. A rua parece deserta, nenhuma alma sobrevivente se faz presente pelas ruas de Parri, só Lunita.

Lunita senta na calçada, improvisa uma canção qualquer. Só um cachorro aparece e fica olhando para ela como se estivesse ouvindo sua canção. E quem disse que ele não estava ouvindo-a? Ele parece sozinho, assim, como Lunita. As ruas de Parri são realmente solitárias. Um prédio até parece ser apenas um prédio. E não devia ser, lá tem tantas almas, ou deveria ter.

Lunita levanta, põe o violão nas costas e continua caminhando, já que as ruas de Parri são, sem sombra de dúvidas, solitárias.

Adenildo Lima

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

selah sue

viver é mais do que amar, mas se você ama já é o suficiente para viver bem consigo mesmo.

adenildo lima

A eternidade de um segundo

Ainda há tempo para amar. O amor não precisa de muito tempo para fazer sua ação. Um segundo é o suficiente. Sim, apenas um segundo. Talvez você não tenha percebido, mas a falta de um abraço seu fez tanta falta. Sabe aquele sorriso que muitas vezes você chega em casa e esquece ao olhar para o seu filho - isso é se você o olha -, faz falta, muita falta.

E como faz falta um segundo que você deixou passar sem dizer um SIM ou um NÃO. Você sabia que um NÃO é um SIM, muitas vezes?

Amar é tão simples, bem mais fácil do que odiar. O ódio destrói a si mesmo, já o amor constrói ambas as partes.

Por que não amar então né...?...

adenildo lima

Selah Sue

Gary Moore - Still Got The Blues

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Rock in rio 2011 presta homenagem a maior banda de rock brasileira de todos os tempos: Legião Urbana!!!

Assistam ao Show completo no youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=oQ30oipkGsM&feature=related

Uma canção de amor...

A música encanta um canto em nós, trazendo-nos um silêncio que silencia a vontade de gritar a dor com ódio. Somos seres sensíveis, cheios de emoção. A ação é o sentimento em desenvoltura. Precisamos saber controlar nossos impulsos. Agora mesmo estou escrevendo este texto completo de emoção, mas é um sentimento controlado, apenas expresso nos mínimos detalhes do que chamo amor.

Amor...

A música entoa um silêncio que silencia em nós o desejo de gritar com revolta. Revolta é um momento em que mandamos de volta alguma coisa que recebemos. Se mandaram coisas ruins, já que não gostamos é importante que devolvemos coisas boas. Assim o sentimento de amor é válido. E eu pergunto: qual o amor que não é conflitante?

Conflitos...

Conflito é importante que haja sempre. Não desejo conflitos sangrentos. Não! Este eu não desejo! O que precisa num conflito é saber mediá-lo. Conflitos fazem nascer flores e novos caminhos..

...

É madrugada e vejo a vida passando no silêncio da noite. Alguns cachorros latem em plena metrópole paulista. As pessoas dormem. As crianças sonham. E os adultos adormecem esperando o dia de amanhã. E eu não falei que te amava para ilustrar a dor. Falei porque além de sentir este sentimento é necessário colocá-lo em prática.

E a música soa suave em meus ouvidos. Como eu gostaria que neste momento você estivesse ouvindo esta mesma canção: uma canção de amor...

adenildo lima

EVANESCENCE - (Rock in rio 2011) MY IMMORTAL

Lavoura verniz


Erguer a pedra, dilacerar todo fragmento,
a fraqueza, o medo, a sem razão de continuar...

Apontar os olhos ao infinito alvo,
ápice segredo de atingir.

São mãos que trabalham, suores de ontem,
de hoje, de amanhã - E singir os tempos
dentro de um fim: a hora do alcance,

o verbo, o romance, libido é ofício.

Não trarás ao relento os vícios,
nem resquícios de amputadas horas que vagaram
ao chão, os passos invisíveis -

paredes ocas, tijolos e lacunas.

Balança na íris o guerreiro e a guerra,
o prisioneiro da tua gana de terra,
e chuva, e vento, e nuvem.

E é vernissage, lavoura verniz,
bagagem de quem diz no silêncio de uma marquise
o preâmbulo de construir verdades
no sedimento de um olhar - e é fé,

esperança de quem dorme, e é luz
no travesseiro de quem acorda...

- Os homens constroem realidades
e são apenas sonho no palpável instante
de existir.

Autor: Márcio Ahimsa

fonte: http://tecerpalavras.blogspot.com/

Shakira - Waka Waka - Rock In Rio 2011

amor de criança

as imagens são passantes em minha mente, maria, quando lembro você subindo a escada rolante. parece que todo o amor que um dia eu tive - e pensado ter esquecido - voltou naquele instante. tive vontade de falar teu nome. falei apenas maria, mesmo sabendo que seu nome é lisa. lembrei naquele momento dos momentos em que conversávamos nos lugares mais improvisados pela cidade de são paulo. são paulo é uma cidade tão bonita, né, maria? eu amo esta cidade. ela é um poema com todos os versos possíveis: há solidão, há amor, há tristeza, há dor, há esperança... há tudo, maria, até você. sinto saudades dos momentos em que a vida não corria tanto. e nem sei se sou desse tempo em que a vida não era uma correria. ainda somos tão jovens, né, maria? ah, maria, você subindo aquela escada, quando teus olhos olharam os meus, quase gritei teu nome. será que você ainda me ama? acho que sim, o amor nunca acaba, assim eu penso. é, a vida passa, e nós seguimos em nossos caminhos... mas continuo te amando, assim, como amam as crianças... e as mais inocentes...

adenildo lima

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

pitty - equalize

Guns N' Roses ♫ knocking on heavens door - Rock In Rio 2011

a paixão é um grande ensaio para se chegar ao amor

adenildo lima
estar apaixonado é um momento tão bom, mas é preciso ter cuidado.

adenildo lima
estar apaixonado é voar enquanto anda

adenildo lima

domingo, 2 de outubro de 2011

estar apaixonado é não ter o controle de si mesmo

adenildo lima

maroon 5

sábado, 1 de outubro de 2011

gosto de guardar a imagem dos vivos. dos mortos, não me interessa mais.

adenildo lima